Tratamentos Engenharia Genética e Reconstrução Óssea com Células Tronco

O que é ?

Quando se perde um dente o osso vai mesmo se degenerando, pois o corpo considera que aquele osso não tem mais função. E assim muitas vezes quando o paciente quer fazer o implante, vários anos depois da perda dentaria o procedimento se torna impossível pela falta de osso para suportar a estrutura do implante.

Nesses casos é necessário um procedimento chamado enxerto ósseo que pode ser feito de várias formas de acordo com o local e a quantidade de osso que é necessário recuperar.

O que existe de mais moderno em toda área da saúde para reabilitação de pacientes com perdas ósseas na área da ortopedia com o uso de biomateriais para induzir formação de osso novo na região de defeitos ósseos e traumas está agora disponível para uso também na região Buco-Maxilar.

A cirurgia chamada de Enxerto Biológico com proteína morfogenética (BMP2) é realizada pelo cirurgião-dentista, especialista e mestre em implantodontia, Dr.Jório da Escóssia Junior desde 2011 no Ceará.

Essa cirurgia utiliza o biomaterial Infuse rhBMP-2 ® é um produto indutor de células-tronco. E serve como um alerta no organismo que sinaliza para que células do próprio paciente se transformem de células imaturas para células ósseas e formem novo osso no local onde o produto foi depositado.

Graças ao procedimento, as células-tronco realizam a reconstrução óssea para os implantes dentários.

O procedimento é indicado para pessoas com perda parcial ou total de dentes, pois, ao longo dos anos perdem a estrutura óssea em altura e espessura.

“A técnica é previsível, o pós-operatório é tranquilo e a pessoa volta às suas atividades normais rapidamente”. “explica Dr. Jório Junior”.

O edema pós-operatório é indolor e dura em torno de uma semana. Apos seis e oito meses, pode-se colocar os implantes e, entre quatro e oito meses, ativa-los e terminar a prótese final do paciente. Na maioria das vezes durante esse procedimento é feito em uma única cirurgia, com sedação feita por via intravenosa e sem necessidade de internação. Sem dor e com a segurança muito grande do resultado positivo.

Um paciente que entrou em uma cirurgia sem osso, depois de um ano, sem praticamente trauma algum, sai reabilitado com todos os dentes.

Com a utilização da engenharia tecidual regenerativa, o osso é recuperado através de um procedimento cirúrgico muito simples, rápido e indolor. Mais um recurso que o Hospital Jório da Escóssia tem para proporcionar mais segurança, previsibilidade e conforto aos seus pacientes.

Responsáveis pelo Tratamento

Dr. Jório da Escóssia Júnior

Dr. Jório da Escóssia Júnior

Saiba mais

Outros Tratamentos